Confira aqui a movimentação das admissões e demissões de Nova Prata e Veranópolis.

Nossa emissora vem ao longo dos meses divulgando a carta do mercado formal de trabalho de Nova Prata numa pesquisa de dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (CAGED), do Ministério do Trabalho e Emprego, feita pelo Observatório do Trabalho da Universidade de Caxias do Sul.

No mês de Outubro foram abertos 55 postos de trabalho em Nova Prata. O setor da Indústria de Transformação foi o que mais abriu postos de trabalho, com 35 vínculos abertos, seguido pelos Serviços , com 25 vagas a mais. Os setores que mais fecharam postos de trabalho no município foram o da Extrativa Mineral e da Construção Civil , com 3 vagas fechadas cada. O saldo acumulado no ano entre admitidos e desligados é de 268 vínculos criados. O saldo acumulado nos últimos 12 meses é de 181 novos postos de trabalho. O setor que mais abriu postos de trabalho foi o da Construção Civil , com 60 novos postos criados, seguido pelos Serviços , com 50 novos vínculos. Nesse mesmo período os únicos setores que fecharam postos de trabalho, foram o da Extrativa Mineral e de Serviços Industriais de Utilidade Pública , com 2 e 1 vaga encerradas, respectivamente.

1

EM VERANÓPOLIS:

No mês de Outubro foram fechados 17 postos de trabalho em Veranópolis. Nesse período, os setores que mais fecharam postos de trabalho foram o da Indústria de Transformação , com 16 vagas fechadas, seguido pelos Serviços com 5 vínculos a menos. Os setores que mais abriram postos de trabalho foram a Construção Civil, com 3 novas vagas, seguido pela Agropecuária , com 2 vagas criadas. O saldo acumulado no ano entre admissões e desligamentos é de 105 vínculos a menos. Nos últimos 12 meses, foram fechados 270 postos de trabalho no município. Nesse período, os setores que mais fecharam postos de trabalho foram o da Indústria de Transformação , com 171 vínculos a menos, seguido pelos Serviços , com 60 vagas encerradas. O setor que mais criou postos de trabalho foi o da Agropecuária , com 12 novas vagas.

2

NO RIO GRANDE DO SUL:

No mês de Outubro foram abertos 8.084 postos de trabalho no Rio Grande do Sul, um acréscimo de 0,32% sobre o total de empregos formais. Os setores que mais abriram postos de trabalho foram o do Comércio , com 4.705 vagas criadas, seguido pela Indústria de Transformação , com 1.906 novos vínculos. Nesse período, os setores que mais fecharam postos de trabalho foram o da Construção Civil , com 897 vagas encerradas, seguido pelos Serviços Industriais de Utilidade Pública , com 124 vínculos fechados. O saldo acumulado no ano é de 7.496 postos de trabalho abertos. Nos últimos 12 meses, foram fechados 20.032 postos de trabalho no Estado, um decréscimo de 0,78%. O setor que mais fechou postos de trabalho foi o da Indústria de Transformação com 10.783 vínculos a menos, seguido pela Construção Civil , com 5.015 vagas encerradas. Nesse mesmo período, o único setor que abriu novos postos foi o do Comércio , com 3.083 novas vagas. O único setor que obteve crescimento relativo no período foi o do Comércio , com um acréscimo de 0,52%.

NO BRASIL:

No mês de Outubro foram abertos 76.599 postos de trabalho no Brasil, um acréscimo de 0,20% sobre o total de empregos formais. Nesse mesmo período, os setores que mais abriram postos de trabalho foram o do Comércio , com 37.321 novos vínculos, seguido pela Indústria de Transformação , com 33.200 vagas abertas. Os setores que mais fecharam postos de trabalho foram o da Construção Civil , com 4.764 vínculos encerrados, seguido pela Agropecuária com 3.551 vagas a menos. O saldo acumulado no ano é de 302.189 novas admissões. Nos últimos 12 meses, foram fechados 294.305 empregos no país, um decréscimo de 0,76% sobre o total de empregos formais. Nesse período, os únicos setores que abriram postos de trabalho foram o da Agropecuária , com 28.378 vagas criadas, seguido pelo Comércio , com 150 novos vínculos. O setor que mais fechou postos de trabalho foi o da Construção Civil , com 168.178 vínculos encerrados, seguido pelo setor da Indústria de Transformação , com 68.672 vagas a menos. O
único setor que obteve crescimento relativo no período foi o da Agropecuária , com um acréscimo de 1,76%.

fonte: Caged

ilustracao

 

 

 

 

 

You may also like...

1 Response

  1. Ivan disse:

    vamos ver em 2017, se as coisas melhoram pra todos..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *