Homem dorme em cemitério em Nova Prata

Um homem, já de uma certa idade, dorme em um jazigo no Cemitério Municipal de Nova Prata. Nossa emissora foi alertada do fato e buscou algumas informações com o objetivo de ajudá-lo. Segundo uma pessoa que prefere não se identificar, este senhor, vive nas ruas à mais de 2 anos. Ele mesmo relatou que após o divórcio, optou por à viver assim. Por não encontrar outro lugar para passar às noites, ele resolveu dormir numa “capelinha” no Cemitério. Esses jazigos que tem gavetas em ambos os lados, mas com um espaço no meio vazio e aberto. Ali virou a “cama” desse homem. Com algumas poucas roupas e cobertas as noites não devem ser nada agradáveis.

Várias pessoas presenciaram a cena e tentaram ajudá-lo. Inclusive dois policiais da Brigada Militar que também não querem se identificar, na noite de ontem, terça-feira, dia 24, foram até lá e constataram as condições que ele estava. Numa noite fria e chuvosa, o resgataram e o levaram para um hotel. Uma pessoa que tem cargo público (que também não quer aparecer) pagou a hospedagem para ele. Ainda bem que temos pessoas generosas. Mas, a pergunta: e os próximos dias como serão?

Ainda segundo informações, ele não bebe e nem usa drogas, e por não ter aonde ficar leva esta vida, dormindo aqui ou ali, enfim, aonde encontra abrigo, nem que seja num chão frio e úmido ao lado de cadáveres no Cemitério.

Frase do nosso digamos informante: “Minha intenção é somente fazer o bem e ajudar esse senhor, que é um ser humano, um cidadão de bem e não merece viver desse jeito”, aliás ninguém merece.

Nossa emissora irá acompanhar o caso e ver se o Poder Público tomará as providências necessárias.

Atualização:

Familiares do homem nos procuraram e relataram que ele vive nesta situação porque quer. Inúmeras vezes foi tentado ajudar, mas ele sempre negou a ajuda dos filhos. Ele saiu de casa em 2008, por conta própria. Tinha emprego e após se aposentar resolveu seguir esta vida. Segundo informações ele não é uma pessoa doente, recebe aposentadoria, e faz o que quer com seus rendimentos. Não podemos julgar ninguém, e cada um segue o seu livre arbítrio. A ajuda foi oferecida e ele até agora negou.

 

CENTRAL DE JORNALISMO RÁDIO ATIVA – UMA RÁDIO DE VERDADE!

índice

You may also like...

1 Response

  1. Cirinei disse:

    Uma cidade que gera inúmeros edifícios, Será que o mundo do concreto no qual vivemos está afetando os corações dos cidadãos locais?E as autoridades competentes para este fato,onde estão? Precisa a imprensa relatar tal fato para tomar as devidas providências? Assistência social, cadê vcs? Uma lástima, estamos começando a surtir efeitos totalmente desumanos se nos calar-mos,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.