Nova Prata poderá ser Diocese e ter um Bispo.

Nossa emissora, Rádio Ativa, como sempre em primeira mão divulgou a informação, que foi confirmada pelo atual Bispo da Diocese de Caxias do Sul, Dom Alessandro Ruffinoni, que em entrevista exclusiva aqui na 87,9, afirmou que no futuro Nova Prata, que hoje, já é sede do Vicariato (grupo que reúne 13 paróquias da região), como se fosse uma pequena região dentro da Diocese que se organiza independente, poderia ser transformada em uma nova Diocese e com isso, teria um Bispo efetivo.

Segundo, Dom Alessandro, no próximo encontro, que será realizado em dezembro de 2016, com as 18 Dioceses do Rio Grande do Sul, essa questão será apresentada. O caminho poderá ser longo, dependeria de muitas reuniões e ainda juntar toda documentação necessária e os trâmites legais dentro da Igreja para que isso se torne uma realidade.

Para se tornar uma nova Diocese, é necessário também, montar uma nova estrutura, por exemplo, paróquias que hoje pertencem à uma regional, passariam a fazer parte do outra. Unindo paróquias de cidades ou regiões próximas. Hoje, Caxias do Sul que engloba 32 municípios com 74 paróquias. Destas, 13 já fazem parte do Vicariato de Nova Prata. Para ser uma Diocese seria necessário no mínimo 20 paróquias. As Dioceses mais próximas seriam: Passo Fundo e Santa Cruz do Sul que poderiam ceder paróquias para Nova Prata.

Na reunião, caso os demais Bispos achem a ideia viável, e dispostos à ceder paróquias, o caso será remetido para à Nunciatura Apostólica, com sede em Brasília, onde um Bispo Núncio que representa o Papa no Brasil, irá encaminhar toda documentação à Roma, sede mundial da Igreja Católica, onde o Papa Francisco irá decidir pela criação ou não.

Esse seria um grande fato para Nova Prata também na religiosidade se tornar um grande pólo regional, mesmo que dentro da Igreja Católica. Vamos aguardar e torcer para que isso aconteça!

Notícia e texto exclusivos: Rádio Ativa – sempre na frente!

Igreja - Foto 2 Charles

Foto: Charles Ceccagno.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *