Veículos terão novas placas padrão Mercosul.

A obrigatoriedade das novas placas veiculares, em padrão único para todo Mercosul, teve data definida pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e foi publicado no Diário Oficial da União. De acordo com o órgão, todos veículos em circulação terão de possuir as sinalizações até 31 de dezembro de 2020.

Não houve mudança em relação ao início da implementação, para veículos novos, transferidos de municípios ou que precisem mudar a placa. A obrigatoriedade para esses casos começa em 1º de janeiro de 2017, prazo que já foi adiado em um ano, já que a a expectativa anterior era de começar em 2016.

As novas placas, além de criar um visual único para os países do bloco, possibilitam número maior de combinações. Em vez de 3 letras e 4 números, como é hoje, as novas placas terão 4 letras e 3 números, e poderão estar embaralhados, assim como na Europa.

Além disso, a cor do fundo das placas será sempre branca. O que varia, é a cor da fonte. Para veículos de passeio, cor preta, para veículos comerciais, vermelha, carros oficiais, azul, em teste, verde, diplomáticos, dourado e de colecionadores, prateado.

O nome do país estará na parte superior da patente, sobre uma barra azul. Nome da cidade e do estado estarão na lateral direita, acompanhados dos respectivos brasões. Marcas dágua com o nome do país e do Mercosul estarão grafadas na diagonal ao longo das placas, com o objetivo de dificultar falsificações.

O modelo será adotado a partir de 2017 para novos emplacamentos. Para quem tem carro já emplacado, a troca é opcional. No Brasil, a placa terá uma tira holográfica do lado esquerdo e um código bidimensional que conterá a identificação do fabricante, a data de fabricação e o número serial da placa. A tira é uma maneira de evitar falsificação da placa.

Créditos: Globo.com


 

19257228

You may also like...

1 Response

  1. frescura essas placas só para ganhar dinheiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *